Loading

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

DEIXO/U SAUDADES"


Se eu morresse hoje

Ninguém sentiria a minha falta

Ninguém choraria por mim

Ninguém sofreria a minha perda

Seria uma sombra perdidas entre

As fragas e giestas

Os lobos passariam por mim

Sem medo pois eu seria uma sombra

Perdida nos montes na serra

Se eu morresse hoje, morreria feliz

Apesar de ninguém sentir a minha falta

No inicio somos alma, coração

Esperança ,sonhos, alegria, tristeza

Paixão, amor, silêncio, barulho

Lágrimas, sorrisos, dores

Cores, desejos, fé, vida, morte

No fim somos, somos nada.


Isabel Morais Ribeiro Fonseca