Loading

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

A DOR RASGA-ME


A dor rasga-me e corrói 

Cada pedaço do meu corpo 

Nos poemas escritos e lidos

Onde as palavras são virgens

 Na minha pobre alma.